26 de mai de 2013

My Dear Nerd - Capítulo 36 - Briga na Escola

Fanfic / Fanfiction de Justin Bieber - My Dear Nerd - Capítulo 36 - Briga na Escola
POV ANNA
No Dia Seguinte...
 Bom, depois de eu convencer o Juju que ele não era nada daquilo que aquele idiota do Frad disse, fomos pra casa. E aqui estavamos nós, caminhando de mãos dadas pela escola. Todos que passavam por mim sorriam, falavam comigo como se eu fosse uma estrela de cinema. As garotas da torcida, sorriam mais que largo pra mim. enquanto eu via um ser parando a minha frente, de sobrancelha erguida. Debochada. Britney.
 – Olha só como ela está linda. Onde comprou suas roupas? No brechó?- debochou ela, analisando minhas roupas de cima a baixo. Cruzei os braços a baixo do seio. Mas que garota mais irritante. O que claro me fez rir irônica.
 – Queridinha, acho que quem usa roupas de brechó por aqui é você né querida? Caso não tenha reparado, está se deparando com um look esclusivo de uma famosa marca? Adivinha? Tudo bem te ajudo. Eu só uso Prada, só é olhar na etiqueta. Olha, olha. – debochei mostrando a etiqueta escrita com o nome da marca Prada. O que fez ela bufar. Mais ainda sim, me encarar de sobrancelha arqueada.
 – Que bom garota que usa Prada. Pois acho melhor tirar esse sorrisinho da cara, porque eu tenho um video seu. E bem quente por sinal. – comentou ela, irônica. Bufei. Fala sério, vamos ver o que ela tem pra me irritar agora.
 – Jura mesmo? Então me diz, que video é esse posso saber? – rebati ainda mantendo a pose de durona. É claro que era apenas pose. Eu estava morrendo de medo do que ela tinha gravado.
 – Claro que pode. E vou mostrar pra todo mundo. – ela estendeu a mão com o celular. Mostrando o video. Eu assistia a ele de olhos arregalados. Não tão diferente de Justin ao meu lado. Ele assim como eu, parecia não acreditar no que estava vendo.

“Passei a lingua por toda a extensão de seu membro, o deixando bem molhadinho. Assim, iniciei os movimentos de vai e vem. Encarando aquela coisa tão linda, de cabecinha rosinha e rebondinha. Chupei apenas a cabecinha, enquanto fazia rápidos movimentos com as mãos.
 – Oh! Céus!- gemeu ele baixinho.
 E com as mãos, me ajudou com os movimentos, fazendo em meus cabelos, um rabo de cavalo. Minha boca, foi deslizando por sua Bieberconda. Engolindo-a completamente. Agora com a boca, iniciei os movimentos de vai e vem. Ouvindo grunidos, e gemidos baixo vindo de Justin. Enquanto minha boca, fazia seu pequeno trabalhinho, minhas mãos rumaram para seus testiculos. Os acriciando.
 – Own, isso é muito bom. Isso meu anjo, continua por favor. Own.- gemeu o meu nerd, baixinho de olhos fechados. Fui mais rápida com os movimentos, chupando toda a extensão de seu membro. Que chegava a minha garganta. Continuei o que estava fazendo, enquanto ele movia os quadris para frente e para trás. Respirando fundo. Até que senti algo, quente em minha boca. Seguido de um gemido um pouco mais alto. Continuei com a boca em seu membro, bebendo todo o seu liquido tão delicioso.”

 Assim que o video terminou ela riu. Abaixando a mão, enquanto eu a encarava com fúria. Como foi que ela conseguiu gravar isso? Eu vou matar essa vaca loira desgraçada de uma figa.
 – Acho que refrescou a memória agora, né? Espero que curta muito, porque daqui a alguns minutos, você vai ser o assunto do ano. Tchauzinho, otária. – debochou ela rindo alto. Virando e caminhando para um pouco longe. A raiva me subiu a cabeça no mesmo instante. Largando a mochila no chão. Algumas pessas olhavam tudo o que eu fazia. Mas quer saber? Que se danem as pessoas.
 – BRITNEEEEEEY! VOCÊ É UMA OXIGENADA!- gritei o mais alto que pude. Ela virou no mesmo instante, apertando com força o celular.
 – OXIGENADA É VOCÊ! – gritou ela! Começei a correr em sua direção.

 POV JUSTIN
 Eu via as garotas, brigarem como loucas. Eu tentava pegar a Anna e puxar ela pra longe disso. Afinal, brigar na escola não é legal. Mas toda vez que eu tentava impedir alguém me puxava pra trás, fazendo com que, a briga continuasse.
 – Olha cara, eu aposto duzentos na Anna Mel. – falou um cara ao meu lado. O olhei incrédulo.
 – A aposta tá cortada, porque eu voto na Anna. – rebateu o outro.
 – Não acredito que vocês estão apostanto. Isso é uma briga, ela pode se machucar. Não é legal. – falei pra ele. Que me olhou superior dos pés a cabeça.
 – Cala a boca, nerd! – respondeu sem dar a mínina.
 – Ela é minha namorada.
 – Infelismente. – finalizou ele. Bufei. Vendo as duas brigarem. Eu via que ela tentava pegar o celular das mãos da loira. Espero que elas parem logo com essa briga boba. Prefiro ser mais uma vez, motivo de deboche da escola do que, ver a Anna machucada.
 – Vai Anna. Acaba com ela! Vai isso amiga! Uhuuuu! – gritava Ashley e mais algumas lideres de torcida que não gostavam de Britney. Com seus pompons, pra lá e pra cá. De vez enquando ela batia o pompom na minha cara. Sem querer claro, mas, enfim....
 – Anna para com isso por favor. Esquece isso. – gritei pra ela. Que parecia não me dar ouvidos. Finalmente conseguindo puxar o celular das mãos da loira. Correndo um pouco na minha direção. Mas parou no mesmo instante. Tentando tirar o cartão de memória.
 – AHHHHHHH NÃO TIRE ISSO SUA VACA! AHHH! –gritou Britney correndo atrás de Anna. Derrubando as duas no chão.
 – Meninas, meninas parem já com isso. – gritou a diretora desesperada. Em um momento de destração, puxei minha namorada pela cintura acabando com a briga.

                                             (como devem imaginar a cena da briga)

 – AHHH EU VOU ACABAR COM VOCÊ SUA VACA! –gritou Britney. Ouvi uma risada vinda de Anna.
 – Hahahaha. Sua Barbie oxigenada. Eu acabei com seu cartãozinho. Hahaha Idiota! Cala boca largatixa. – ela ria em meus braços. Foi ai que notei que ela tinha partido ao meu o cartão de memória do celular dela.
 – Você tá bem, amor? – perguntei baixinho em seu ouvido. Ela acentiu, ainda rindo.
 – EU ODEIO VOCÊ GAROTA! ODEIO! –gritou Britney. Sendo segurada por um garoto do time de basquete.
 – Se não gosta de mim, Até logo, até mais ver, bon voyage, arrivederci, até mais, adeus, boa viagem, vá em paz, que a porta bata onde o sol não bate, não volte mais aqui, hasta la vista baby, escafeda-se, e saia logo daqui. – dizia ela. Franci o cenho, confuso. O quê que ela disse?
 – Não acredito que está me dizendo, Até logo, até mais ver, bon voyage, arrivederci, até mais, adeus, boa viagem, vá em paz, que a porta bata onde o sol não bate, não volte mais aqui, hasta la vista baby, e saia logo daqui pra mim! - berrou a loira.
 – Não, na verdade eu disse Até logo, até mais ver, bon voyage, arrivederci, até mais, adeus, boa viagem, vá em paz, que a porta bata onde o sol não bate, não volte mais aqui, hasta la vista baby, escafeda-se, e saia logo daqui. Você esqueceu o escafeda-se isso é muito importante. - corrigiu ela.
 – Então quer dizer que você está dizendo a mim, Até logo, até mais ver, bon voyage, arrivederci, até mais, adeus, boa viagem, vá em paz, que a porta bata onde o sol não bate, não volte mais aqui, escafeda-se, e saia logo daqui pra mim!
 – Você esqueceu o hasta la vista. - continuou Anna. corrigindo ela. A mesma bufou de raiva.
 – Já chega as duas pra minha sala agora! – gritou a diretora para as duas. Gelei na hora. Espero que ela não fique na detenção. Aquilo parecia cena de seriado de tv. Realmente, parecia muito.

                                               (como devem imaginar a cena a cima)

[...]
 Já fazia algum tempinho que eu estava esperando minha namorada do lado de fora da sala da diretora. Ashley e Damon estavam nos esperando Anna junto a mim. Passamos o dia todo sem notícias dela. Era claro que tinha passado o tempo todo na sala da diretora. Respirei fundo, vendo alguns dos caras do time de basquete da escola passarem.
 – Ei cara, posso falar com você? Olha só, porque você não volta a ser estiloso como era antes? Ai agente poderia andar com você. O que acha? – perguntou um deles pra mim. Balancei a cabeça.
 – Não obrigada. Minha namorada me prefere assim. Não quero por tudo a perder novamente. Mais agente pode ser amigo. – sugeri.
 – Com você vestido assim? Nem pensar. – disseram eles.
 – Eai Damon tudo beleza?- disse ele pra Damon. E logo fizeram um toque estranho.
 – Tudo na paz cara. Agente se vê por ai. – respondeu ele. Depois disso eu vi eles sumirem do meu campo de visão. Olhei novamente pra porta da sala da diretora, vendo Britney sair da mesma irritada. Logo em seguida vi Anna sair do mesmo. Vindo em minha direção. A abraçei forte, lhe dando um beijinho na testa. Olhei novamente pra frente, vendo a mãe da Anna sair da sala e.... Espera, como assim mãe da Anna?
 – Dona Rose, o que a senhora faz aqui? – me atrevi a perguntar.
 – Olá querido. Bom, a diretora ligou dizendo que essa mocinha aqui resolveu aprontar na escola. Tive que sair do trabalho, pra vir aqui e receber uma bela bronca da diretora. – respondeu ela. Irritada.
 – Mas mãe, não foi nada demais. Eu só quebrei o cartão de memória dela. – rebateu Anna dando de ombros.
 – Minha garota. Bate aqui. – incientivou Damon, enquanto os dois faziam um toque.
 – Não incientive minha namorada a brigar. Você não vê que ela poderia ter se machucado. Não vê como a mãe dela está brava? – briguei com ele, que bufou.
 – Isso mesmo Justin, obrigada. Mas não importa mais. Você está de castigo Anna Mel Montês. Sem computador, sem celular, Ipad, Tablet, ou saídas com amigos. Muito menos, assistir tv no programa de culinária. Agora vamos embora. – falou ela de uma só vez. Andando na direção do estacionamento.
 – Ah não! O canal de culinária não! – dizia Anna chateada.

Gente, os vídeos do cap é como é pra imaginar a cena, ok? Espero que tenham gostado. Ah, posto mais um? rs Beijos

0 comentários:

Postar um comentário

About

 

Fanfics para Belieber Template by Ipietoon Cute Blog Design and Bukit Gambang