4 de mai de 2013

A New Beginning - Capítulo 3 - O Que é isso no seu Pescoço?


Continuando...
– Queri... Meninas, quero lhes apresentar o meu filho. Garotas, esse é Justin. - falou Pattie sorrindo
– Jura? Esse é seu filho? - disse Ariel apontando pro garoto, com certo desdém na voz.
– É sim, ele é bonito né? - respondeu orgulhosa.
– Mãe! - repreendeu ele envergonhado, de bochechas vermelhas.
– É, você não é grande coisa como eu imaginei. Sabe né? Homem forte, alto e sarado. Isso sim são homens, mas seu filho tá mais pra pirralho mesmo, quantos anos você tem? Treze, quatorze, quinze... -Ariel teve sua fala interrompida pelo garoto.
– Dezesseis! Eu tenho dezesseis, sei que sou feio mas não precisa humilhar. - abaixou a cabeça triste. Nunca vira alguém tão grossa em toda sua vida. Porém, ela parecia ser sincera, mas também, não era nada agradável.
– Hey, não fica assim você não é feio. Só não é bonito! Mas um dia você será, só basta ter esperaça. - ela falou neutra e ele olhou incredulo com sua frieza e ironia.
– Nossa, obrigado isso ajudou muito! - falou ironico em resposta.
– Desponha!- respondeu sinica.
– Oi Justin meu nome é Alice, sou irmã gemea dessa louca aqui do lado. É um prazer conhecê-lo, e não liga pra o que ela disser, é que esse é o modo dessa dizer 'Oi, como vai?' - apontou para Ariel e explicou Alice.
– Oi é um prazer conhecer você também!- respondeu timido, porém feliz com o comentário da garota.
– Obrigada pela ajuda! - disse Ariel sarcástica.
– Ariel agora não!-repetiu Alice
– Oi Justin, eu sou Aline Alvez Xavier, a melhor amiga. Prazer! - estendeu a mão e ele apertou-a em forma de comprimento. Aline parecia encantada com o rapaz a sua frente, ele era realmente lindo e achava estranho Ariel não acha-lo bonito, era realmente estranho. Quando percebeu que olhava demais pra ele, soltou suas mãos e olhou pra baixo com as bochehcas coradas e, pode notar que sua melhor amiga percebeu isso. Ariel é bastante observadora, esse era um de seus dons, se pode-se dizer dessa forma.
– Er eu... Ariel querida, o que é isso no seu pescoço? - Pattie apontou para o colar que a garora carregava no pescoço.
– Um colar? Eu falei para parar de me chamar de 'Querida'. Eu não sou 'Querida'. - falou como se fosse obvio.
– Bom eu sei que é um colar mas... - foi enterronpida novamente por Ariel, que parecia levemente irritada. Odeio pessoas idiotas. Pensava ela.
– Então porque perguntou? Ta desaprendendo é? - perguntou irritada.
– É claro que sei, mas, quero saber o que significa este simbolo. - explicou apontando para seu pescoço.
– Então seja mais especifica. Essa é a estrela de Davi.- falou normalmente.
– Estrela de Davi?- perguntou curiosa
– Ôôô jumenta, esse é o simbolo do judaísmo, quem é judeu geralmente ou todos usam um colar ou um anel que tenha o simbolo de nossa religião. Entendeu ou quer que eu soletre? - falou impaciente. Aquele definitivamente não foi um bom começo.
– Ah, então você é judia Ariel querida?-disse Pattie
– Ah não, imagina, sou Germannica!- falou ironica.
– Então quer dizer que os judeus são daqueles que não aceitam Jesus como salvador? - perguntou Justin
– Bom, pra nos que somos judeus não acreditamos que Jesus seja o enviado por Deus, mas acreditamos que ainda estar por vir um Messias que salvará todos nos e nos levara ao reino dos Céus!- falou olhando-o nos olhos.
– Ah bom, pelo menos você aceita a Deus! - suspirou aliviado.
– Mas é claro!- respondeu.
– Mas você não fica chingando Jesus não, né? - disse Pedro receoso, dando um passo a frente.
– Mas claro que não! Eu sei o significado de respeito. - respondeu irritada.
– Ela não acredita em Cristo,mas simplismente odeia quando falam mal dele! - disse Aline sorridente
– E você Alice, tambem é Judia? - perguntou Pedro curioso.
– Não, eu sou cristã! - falou firme em resposta ao pai.
– E você Aline?tambem é cristã?-disse Pattie
– Sou cristã, sim.
– Mas quem te deu esse colar? - perguntou Justin.
– Minha mãe me deu, e me encinou a religião Judáica e eu simplismente abraçei essa religião. Menos a Alice que recusou. - completou simples em resposta ao garoto.
– Mas... - tentou Pattie mas foi interrompida.
– 'Mas' nada, já estão sabendo demais! - disse Ariel aumentando o tom de voz.
– Mas eu...
- Eu ja disse que não! Ou voce é surda? - falou ameaçadora e a mulher calou-se, preferindo não irritar mais a jovem garota a sua frente.
– Hum... Ok garotas venham para o quarto de voces. - comentou Pedro
– Tá, mas você leva minha mala. - disse Ariel largando-as no chão, empurrando-as com o pé para perto dele. Ele suspirou cansado. Elas realmente pareciam pesadas.
– Mas porque voce não leva? - reclamou ele pondo as mãos na cintura.
– Porque eu to mandando, agora leva gogo essa droga! - disse já irritada.
– Ta bom tudo bem eu levo... Sigam-me. - rendeu-se e pegou as malas da filha subindo as escadas e elas o acompanharam, curiosas, observando tudo que podiam. Era uma casa muito bonita. Não se comparava a nossa casa no Brasi. Pensou Alice.
– Espero que gostem dos quartos. - disse Pattie amigavel.
– Morra. - falou Ariel e logo o primeito quarto foi aberto. Ele pertencia a Alice, que de boca aberta em admiração tentou falar sem guagejar.
– Obrigada é simplismente lindo! - agradeçeu feliz no quarto pondo suas malas sobre a cama.
– Que bom que gostou querida, logo volto aqui para saber se precisa de ajuda. Fique a vontade!- disse um Pedro muito sorridente e contente pela felicidade da filha gostar de sua escolha. E assim, deixando a morena sozinha, levou as melhores amigas em direção ao quarto seguinte.
– Bom, Aline, eu apenas soube da sua chegada muito 'em cima da hora', mas tentamos fazer nosso melhor para fazer um quarto bonito para você. Se quiser, pode dar o seu jeitinho pra ele ficar do jeito que gosta, qualquer coisa é so pedir. Fique avontade a casa é sua. - sorriu novamente em gentileza quando a boca da menina se abriu em admiração por mais uma vez. Não restava dúvidas, ela tinha o adorado.
– Obrigada Sr. Mazzeo, o quarto é lindo. - disse sorridente fazendo o mesmo processo que Alice fez, quando chegou ao quarto. Pedro agora foi com a sua filha até o ultimo quarto do corredor. Logo entraram e Pedro colocou as malas dela sobre a cama.
– Espero que tenha gostado, eu trabalhei nesse quarto por dois meses. Como eu não sabia dos seus gostos ficou complicado mas nada impossivel,espero que tenha gostado.- sorriu sincero.
– Voce trabalou dois meses nele mas não valeu a pena,ficou horrivel,voce acha que eu gosto de rosa?onde voce tava com a cabeça de fazer um quarto assim? Eu não tenho cinco anos, eu tenho dezoito, e odeio cor-de-rosa.  
– Mas achei que ia gostar. - falou o homen triste encarando a garota irritada a sua frente.
– Eu não tenho cinco anos seu estupido! E trate de chamar um bom decorador, porque eu não vou ficar nesse quarto, do jeito que está por mais de uma semana. Entendeu? Agora some daqui! - disse irritadiça, e o homen apenas saiu de lá de cabeça baixa, entristecido pela atitude de Ariel. Gostaria que ela tivesse amado. Pensava enquanto ia até a sala, a encontro de Pattie e Justin.
  Já no último quarto do corredor do primeiro andar, Ariel pegou uma bolsa que estava em sua mala de mão, e de lá, retirou um pequeno saco. Desfez o embrulho e logo viu sua arma, camuflada por uma espécie de cobertor de borracha, que forrava toda sua estremidade. Assim, era quase rara, as chances de ser pega ao passar por um Detector de Metais. Retirou a capinha de borracha da arma de ouro e analisou-a. Lembrando das tantas vezes que a usara, e que logo logo a usaria novamente e relembraria dos velhos montentos que pssou com sua "belezinha". E assim, entraria mais uma vez, em contato com seus segregos mas obscuros e penetrantes que ninguém jamais sonhara que uma garota como ela seria capaz de fazer.


Aqui está mais um capítulo. Eu resolvi atualizar esse aqui, deixá-lo um pouco maior. Espero que não tenha ficado ruim. Ah, gostaria de fazer algumas pequenas observações. A Ariel é interpretada pela Lucy Hale, sua irmã, Alice é a Shay Mitchell e a Aline é interpretada pela Ashley Benson. E o Pedro é Chad Lowe . Espero que tenham gostando, comentem. Muitos beijos e até o próximo :)

0 comentários:

Postar um comentário

About

 

Fanfics para Belieber Template by Ipietoon Cute Blog Design and Bukit Gambang